melanie loves outdoor sex.xxx tube huge dick on webcam.
asianporn
porn tube jeremy serrano fucking kellie cechan.

Nova estratégia no controle de matérias-primas para a fabricação de aerossóis que são considerados precursores da fabricação de medicamentos

Muitas vezes não percebemos o controle que temos dos materiais e o quão perigoso eles podem ser na produção de aerossóis, portanto, no Seminário Técnico do IMAAC

2022, o Sr. Ricardo Vargas da RV Alfândega Logística, apresentou o tema «Nova estratégia no controle de matérias-primas para a fabricação de aerossóis que são considerados precursores para a fabricação de medicamentos», em que ele explicou os riscos que são assumidos.

Falar sobre o controle de matérias-primas para a fabricação de aerossóis, se traduz em se referir principalmente a uma lei da data de 1997. LEI FEDERAL DE CONTROLE DE PRECURSORES QUÍMICOS, QUÍMICOS ESSENCIAIS E MÁQUINAS PARA FABRICAÇÃO DE CÁPSULAS, COMPRIMIDOS, publicada no Diário Oficial da Federação em 26 de dezembro de 1997. Significa que, durante 25 anos, surgiram obrigações relativas à operação, manuseio, transporte, importação, exportação, entre outros, de produtos químicos precursores essenciais.

POR QUE A NOVA ESTRATÉGIA?

Porque, obviamente, hoje temos que pensar de uma maneira diferente; diante do controle intensificado. Neste post, vamos dar um relato desse controle de matérias- primas para a fabricação, não só de aerossóis, mas de muitos produtos químicos:

ÍNDICE

• Fundo.
• Controle de matérias-primas para fabricação de aerossol. • Listas de substâncias.
• Importação e Exportação.
• Conclusões.

1. FUNDO

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está ativamente envolvida na prevenção do uso descontrolado de substâncias. A Comissão sobre Drogas Entorpecentes, criada em 1946, é o órgão central de formulação de políticas do sistema das Nações Unidas sobre o controle de drogas em nível global com o apoio do Conselho Internacional de Controle de Narcóticos (INCB).

O INCB relatou um aumento no consumo e tráfico de fentanil, cocaína e metanfetamina nos últimos anos, e alertou sobre o surgimento de novos precursores usados para a fabricação ilícita de drogas sintéticas no México.

O México desenvolveu estratégias importantes na prevenção, desvio e tráfico de precursores, os EUA. Nos EUA, tem sido muito insistente no pedido para evitar o tráfico de fentanil para o país vizinho. Este narcótico é fabricado principalmente na China, infelizmente o crime

organizado junto com a heroína, aumentou o tráfico ilícito dessas drogas. A União Americana relata um aumento significativo das mortes devido ao uso desses opioides.

Combater o uso de drogas e o tráfico é um problema em todo o mundo. Infelizmente no México, a transferência e o consumo dessas substâncias tem crescido, causando maior dependência entre os jovens, afetando a esfera social, a saúde e a geração do crime.

2. CONTROLE DE MATÉRIAS-PRIMAS PARA FABRICAÇÃO DE AEROSSOL

Fundamentalmente, devem ser revistas as listas de substâncias que a Lei Federal de Controle de Precursores Químicos, Produtos Químicos Essenciais e Máquinas para a fabricação de cápsulas e comprimidos. Sua primeira publicação data de 26 de dezembro de 1997, para a qual foram feitas adições ao longo do tempo de novas substâncias, como pode ser identificado nas listas correspondentes.

O controle de matérias-primas para a fabricação de aerossóis, se traduz basicamente na identificação das substâncias utilizadas na produção e que a Lei às identifica; desde 25 anos atrás surgiram obrigações relativas à operação, manuseio, transporte, importação, exportação, entre outras, de produtos químicos essenciais e precursores químicos.

Aerossóis nos acompanham em muitas áreas da vida cotidiana. Eles são usados diariamente sem sequer pensar nisso. Além de ter um impacto profundo no meio ambiente, eles são usados em:

• Produtos químicos domésticos
• Vernizes e tintas
• Medicamentos e cosméticos
• Indústria automotiva e hidráulica • Além de aplicações intermináveis

Portanto, o uso ou envolvimento de alguns produtos químicos podem ser considerado como produtos de uso duplo. Obviamente, nem todos os produtos químicos que são utilizados em seus processos produtivos são identificados nas listas da Lei.

As drogas sintéticas têm uma tendência ascendente no consumo devido ao seu rápido vício, à sua facilidade de produção e ao aumento do transporte dessas substâncias, gerando enormes lucros para o crime organizado.

O chefe do Ministério da Defesa (SEDENA), general Luis Crescencio Sandoval González, afirmou que do número total de medicamentos segurados pelas autoridades do governo federal, mais de 60% correspondem à drogas sintéticas com um valor aproximado de 76,000 milhões de pesos e 39% para drogas tradicionais (maconha e heroína) com um valor de 50,000 milhões de pesos.

Al presentar el informe sobre drogas tradicionais e sintéticas no México, o secretário de defesa, disse que 2,879 kg de fentanil e 13.5 milhões de comprimidos da mesma enervante foram protegidos pelo ar e pelo mar, além de 118,991 kg de metanfetaminas.

Se deve notar que o México é, infelizmente, um participante da transferência e produção de substâncias ilícitas a nível internacional.

Hoje, essas substâncias entram no México para a fabricação de fentanil. O Conselho Geral de Saúde, publicado em maio de 2021 no Diário Oficial da Federação, essas quatro substâncias incorporam à lista de precursores controlados.

Se for feita uma comparação entre fentanil e metanfetaminas, é detalhado que com a primeira droga 2,892 milhões de doses poderiam ter sido elaboradas com um valor de $1,156 milhões de pesos e 118.991 doses de metanfetamina na qual o valor é de $ 34.523 milhões de pesos.

Definições na Lei dos Precursores Químicos:

Quais são as atividades regulamentadas por esta Lei?

Se concentrar na produção pode não atender à profundidade e responsabilidade que este sistema legal nos joga.

3. LISTA DE SUBSTÂNCIAS

Se trata de um mecanismo de monitoramento administrativo, não intrusivo, que visa promover a cooperação entre as autoridades em relação à vigilância de substâncias químicas que podem ser utilizadas de forma dupla (tanto para a fabricação de drogas sintéticas, quanto para fins lícitos da indústria), bem como para evitar seu desvio para a produção ilícita de entorpecentes.

Propósito

• Auxiliar a autoridade competente na prevenção do desvio de produtos químicos para uso ilícito.

• Permitir que as indústrias estabeleçam procedimentos uniformes e uma abordagem comum, para evitar o desvio de substâncias listadas e facilitar a comunicação com órgãos reguladores e de aplicação da lei.

Abaixo a lista de precursores químicos em que podemos ver do lado esquerdo da letra ‘a’ ao ‘m’, são as primeiras substâncias controladas pela lei. É a lista original de 1997. e a coluna do lado direito, as substâncias que foram integradas em várias datas são observadas. Os últimos quatro produtos, da piperidina N-Phenyl-4, são substâncias incorporadas em 13 de maio de 2021, por publicação no Diário Oficial da Federação como precursores da fabricação de Fentanil.

É importante mencionar que: estão incluídos nesta categoria, se possível, sais e isômeros ópticos das substâncias listadas.

Quando sua existência é possível, os sais das substâncias listadas são verificados, com exceção dos sais dos ácidos clorídrico e sulfúrico.

4. IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO

Com relação à questão da importação e exportação dentro da propriedade dos precursores

Artigo 15.- Para a importação ou exportação de produtos químicos precursores ou produtos químicos essenciais que não exijam autorização, licença ou permissão de acordo com as disposições aplicáveis, o Ministério da Saúde deve ser notificado cinco dias antes da data em que a operação é realizada ou de acordo com as disposições dos tratados internacionais aos quais o México faz parte.

Artigo 16.- A importação ou exportação de precursores químicos só poderá ser realizada pelos costumes determinados pelo Ministério da Saúde, após a obtenção do parecer das dependências. Em nenhum caso pode ser feito por correio ou mensagem.

A publicação de 25 de maio de 2021, complementa o controle de substâncias publicadas na Lei de Precursores e Produtos Químicos Essenciais.

CONVÊNIO CSG CCC 4/15.04.2021, aprovando a implementação da lista de monitoramento de substâncias suscetíveis ao uso duplo, como mecanismo de monitoramento responsável pelo Conselho Geral de Saúde, pelas Secretarias de Relações Exteriores, Finanças e Crédito Público; Economia, Saúde, Marinha, Comunicação e Transporte e Procuradoria-Geral da República de acordo com seus poderes constitucionais e legais.

O que define o artigo 1o do Acordo?

Artigo Um. – O objetivo deste acordo é promover a cooperação entre as agências quanto à vigilância de substâncias químicas que possam ser utilizadas de forma dupla, a fim de evitar seu desvio para a produção ilícita de entorpecentes, sem implicar maior regulação do que o previsto no artigo três deste acordo.

Artigo Dois. – Para efeitos deste Contrato, se aplicam as seguintes definições:

I. GTCDS. – Grupo Técnico de Controle de Drogas Sintéticas.
II. LAW. – Lei Federal para o Controle de Precursores Químicos, Produtos Químicos Essenciais e Máquinas para a Fabricação de Cápsulas e Comprimidos.

III. DUAL USE. – Se entende a dimensão ética no uso de substâncias químicas. Ou seja, uma substância química pode ser usada para fins lícitos e ilícitos.

Artigo Três. – A aplicação e implementação desse mecanismo será realizada por meio da instalação de uma lista de vigilância, que inclui substâncias químicas não regulamentadas, suscetíveis tanto para a fabricação de drogas sintéticas, quanto para fins lícitos da indústria.

Artigo Quinto. – A aplicação desse mecanismo é responsável pelas dependências previstas no artigo Três da Lei, que podem contribuir para aqueles que correspondem à prevenção, detecção ou investigação de comportamentos que possam ser considerados crimes por lei.

Artigo Seis. – As dependências no exercício de seus poderes adotarão as medidas necessárias para o monitoramento da produção, fabricação, extração, preparação, oferta, distribuição, expedição em trânsito, métodos de transporte, importação ou exportação de qualquer substância listada no artigo Quatro.

Estes são os escritórios aduaneiros que são autorizados para o despejo de substâncias consideradas precursoras químicas

Para importação ou exportação é necessário:

PRECURSORES QUÍMICOS

• Solicite previsões anuais (Formulário de Aviso com o homoclave COFEPRIS-03-004)

• Solicite a Autorização de Importação ou Exportação no formato correspondente (Formato de Autorizações, certificados e visitas com o homoclíado COFEPRIS-03-012 e COFEPRIS-03-013, respectivamente)

• Solicitar a autorização de aquisição em vigor (Formato de Autorizações, certificados e visitas com o homoclave)

PRODUTOS QUÍMICOS ESSENCIAIS

• Entregue ao Ministério da Saúde com 5 dias de antecedência o Aviso de importação e exportação de precursores químicos ou produtos químicos essenciais (Formulários de Aviso com os homoclásias COFEPRIS-03-008, COFEPRIS-03-011, respectivamente).

Nota: Para a entrada desses procedimentos, você deve agendar uma consulta.

Todos os estabelecimentos que manuseiam produtos químicos essenciais e/ou produtos químicos precursores devem ter o devido cuidado para cumprir essas obrigações:

• Apresentar nos primeiros 60 dias do ano vigente, o relatório anual de todas as atividades regulamentadas realizadas no ano anterior (Formato de Aviso com o Homoclave COFEPRIS-03-010).

• Manter um registro de cada atividade regulamentada, de acordo com o artigo 12 da Lei Federal de Controle de Precursores Químicos.

• Para precursores químicos: Manter livros de controle autorizados pela Diretoria Executiva de Regulação de Drogas Entorpecentes, Psicotrópicos e Substâncias Químicas.

• Obtenha e mantenha do cliente ou da pessoa com quem a transação é feita, cópias de:

Licença sanitária ou aviso de funcionamento.

• Se for no exterior, documentos que comprovem que você está autorizado ou registrado pelas autoridades do seu país para realizar a operação em questão.

• Comunicar imediatamente ao Ministério da Saúde (Formato com o homoclave COFEPRIS-03-009) :

• O desaparecimento ou declínio incomum de precursores químicos essenciais ou produtos químicos.

• Qualquer atividade regulamentada, envolvendo um volume extraordinário de precursores e produtos químicos essenciais, pagamento ou entrega incomum ou qualquer circunstância que possa envolver um desvio.

5. CONCLUSÕES

Atuar como setor químico de forma coordenada e harmoniosa para estabelecer pontes de comunicação com a autoridade; existem alguns exercícios de Câmaras de Negócios de reuniões com o órgão de SEGURANÇA NACIONAL.

Com o objetivo de propor fórmulas de trabalho conjunto para evitar a interferência do crime organizado nas atividades lícitas do comércio exterior e do procedimento aduaneiro.

Propor um censo ou registro de importadores, transportadores internacionais, (despachantes de cargas), transportadoras nacionais e agentes aduaneiros, que promoverão a segurança na cadeia logística.

Comentarios
Loading...