melanie loves outdoor sex.xxx tube huge dick on webcam.
asianporn
porn tube jeremy serrano fucking kellie cechan.

Importância da normatização e harmonização na indústria do aerossol

0

Atualmente, a situação do comércio global tem muitas mudanças e desafios para o futuro. Há uma troca de bens e serviços cada vez mais acelerados nas diferentes regiões e diferentes países. Os meios de transporte avançaram, melhoraram e as comunicações tornaram a vida cotidiana mais fácil. Em pouco tempo, podemos obter produtos de qualquer parte do mundo, no nosso mercado. Isso é a base do intercâmbio global e a globalização que tem um aspecto ascendente.

A importância da globalização e harmonização da atividade de aerossol foi desenvolvida no âmbito da ação institucional, organizações nacionais e internacionais. Os pilares desse desenvolvimento estao em:

Diagrama 1 flecha Verde

Quanto mais sabemos e quanto mais amplo nosso conhecimento,mais sistemas são estabelecidos dentro da sociedade. Há menos chance de cometer erros e isso em nossa indústria, no sistema de aerossóis, é fundamental.

Também se fundamenta em:

Diagrama 2 flecha Verde

Nas distintas associações da indústria do aerossol, na América Latina como CADEA e o IMAAC, são dados cursos de capacitação que permitem que haja guias de referências para resolver os problemas cotidianos que possam aparecer.

Essa capacitação vem desde as pessoas que estão  comprando os insumos, até os operários que estão produzindo os aerossóis. Se capacita o efeito completo: desde como se fabrica um componente, até como se cuida da segurança da fábrica.

E por último há uma padronização adequada que permitiu a massividade de produtos e que nos deu volumes para reduzir custos e competir com outros sistemas de dispensação.

Seguindo o princípio, os aerossóis começaram em um determinado tamanho, o famoso 26 onças que se converteu em um clássico na compra de produtos sanitários. Existem outras padronizações que permitiram baixar custos e incrementar os volumes de produção.

Outras influencias importantes no desenvolvimento da indústria do aerossol:

•Precoce especialização dos fabricantes de componentes

•Geração de componentes padrões (embalagens e válvulas)

•Maquinaria de produção de caráter versátil

•Utilização universal do banho de prova.

•Propulsores alternativos

•Formação de instituições aplicadas a indústria do aerossol (câmaras e institutos)

•Regulamentos no mínimo indispensáveis

O desenvolvimento do sistema de aerossol e sua relação estreita com os processo de padronização, normalização e harmonização

O sistema aerossol se sustenta em 4 pilares fundamentais:

1. Seguranca

2. Qualidade

3. Eficácia

4. Competitividade

Existem conceitos que parecem iguais, mas na realidade sao diferentes, por exemplo:

Padronizar: é aquela coisa ou processo que tem as mesmas características e é aceito.

Normalizar: Possui uma descrição mais precisa e/ou valores que indicam ou referem limites.

Regular: Que estabelece parâmetros obrigatórios.

Harmonizar

PADRÕES

•Tipos, modelos, exemplos, referências.

•Não se estabelecem primariamente fixados a legislação ou regulamentação;

•Aceito pela maioria

•Imposto pelo uso e costume

•Não são usualmente obrigatórios mas conseguem muitos adeptos pois garantem um piso para o sucesso.

•Podem ser modificados a vontade.

Exemplo aplicado ao sistema aerossol

•Conteúdo pressurizado

•Mecanismo para dispensar

•Fácil ativação

•Estabilidade nas condições ambientais

•Segurança comprovada

•Rótulo/impressão com indicações para uso

Embalagem para aerossol:

•Hermético

•Resistente a pressão

•Diâmetro de alojamento da válvula 1

No processo de padronização, normalização e regulamentação é onde intervêm as instituições (FLADA, CADEA, CSPA, FEA, etc.) com as recomendações e guias. Com isso pretende-se difundir o conhecimento.

NORMAS

Contêm especificacoes técnicas

Sao elaboradas por consenso das partes interessadas:

•fabricantes

•administrações

•usuários e consumidores

•centros de pesquisa e laboratórios

•associações e colégios profissionais

•agentes sociais, etc.

Estao baseadas nos resultados da experiência e o desenvolvimento tecnológico.

Sao aprovadas por um organismo nacional, regional ou internacional de normalizacao reconhecido.

Estao disponíveis ao público

Toda a sociedade está convidada a trabalhar em uma regulamentação em todo o mundo, que é um processo mais frutífero, difícil porque as associações trazem outro não conhecem ou não têm a gestão diária da questão como nós e ocorrem mudanças ou se estabelece essa regulamentação como um documento escrito onde se recomenda ou se incentiva a cumprir integralmente o que a norma diz.

Padroes vs Normas

Padroes

Tendem a ter um caráter regional

Raízes sociais

Aceito pelo comum

Facilmente modificável

Permeável a inovação

Norma

São emitidas de forma local (no nível de país)

Consenso institucional

Se estabelece sobre fundamentos documentados

Difícil de modificar

Permite a inovação só quando está estabelecida

As normas são importantes para o cumprimento “quase” obrigatório. Os padrões aparecem e nós os escrevemos; fazemos guias recomendações.

HARMONIZAR

A Organização Mundial do Comércio nos diz que:

É um processo para favorecer a permutabilidade de produtos e procedimentos em normas, regulamentos técnicos e avaliações de conformidade sobre um mesmo tema aprovados por diferentes organismos.

O objetivo do processo é estabelecer requisitos idênticos em normas, regulamentos técnicos e avaliações de conformidade.

Isso nos diz que, este processo é algo que nos leva a trocar critérios e opiniões em busca de um consenso em busca de algo em comum, em algo que seja harmônico para todos os países da região, e é algo no que estamos comprometidos dentro  da FLADA. Se consideramos o outro consenso de competitividade, isso é o que diz o World Economic Forum:

“É a capacidade de uma organização, pública ou privada, lucrativa ou não, de manter sistematicamente vantagens comparativas que permitam alcançar, sustentar e melhorar uma determinada posição no ambiente socioeconômico”.

Harmonização é colocar consenso as normas e padrões vigentes em diferentes lugares.

Características:

•Procura cobrir os interesses legítimos dos fabricantes e consumidores de todos os lugares (países).

•Manter os princípios e valores sobre os que fundamentam a padronização e a normalização vigente em cada lugar.

•Aceitar que em determinado lugar novos padrões sejam estabelecidos.

•Derrubar barreiras extra-tarifárias

Harmonizar (Significado para a indústria do aerossol)

Garantir orçamentos mínimos para (exemplos)

-Seguranca

•Câmara de expansão

•Inflamabilidade

•Resistência as condições ambientais

•Etc.

-Qualidade:

•Rotulagem legível

•Estabilidade de produto/vida útil

•Proporcionalidade do enchimento com o tamanho da embalagem

•Etc.

-Eficácia:

•Que o produto cumpra com o que promete

•Mínimo ou nenhum efeito no meio ambiente

•Ser o sistema mais prático no seu campo de concorrência

•Etc.

Harmonizar e normalizar

Objetivo:

•Reforçar e fortalecer a competitividade do sistema aerossol.

•Quando há uma quantidade de regulamentação que não atendem aos orçamentos mínimos e básicos para que o sistema fique protegido se impede a inovação.

•Sustentar a normalização (processo local) no expertise regional.

•Não se pode normalizar regionalmente, não podemos gerar normas porque não há institutos para normatização. A realidade é que cada um toma essa norma e a leva ao próprio sistema de normalização que é feito localmente.

Processos de harmonizacao em andamento:

•FLADA (Mx, Bz, Ch, Vz, Ar):

Geração de Recomendações FLADA

•ILC (International Liason Comitee) (FEA, CSPA, FLADA, AAF, AAA, AAC).

Harmonização de padrões de ordem global para o sistema aerossol.

“O Comitê Técnico é hoje o motor da FLADA, trabalhando em um árduo processo de harmonização regional das normas que regularizam nossa indústria, mediante a geração de Recomendações Técnicas”

A Federação Latino Americana de Aerossol está no processo, até o momento vão 17 Recomendações FLADA e cada um dos membros têm o compromisso de levá-lo a ser normas em cada um dos países da América Latina.

Devemos levar em conta que há diferentes coisas no processo de harmonização, interesses distintos, mas o processo já começou e vem impulsionado pela FEA (Federação Européia do Aerossol)

Quando há mais normas, há mais conhecimento e, uma vez que se difunde a capacidade ou a probabilidade de cometer erros é mínima,por isso é transcendente a informação de normalização e a harmonização no sistema de aerossóis para sustentá-lo desde o conhecimento.

Comentarios
Loading...